quinta-feira, 19 de julho de 2012

Uma reposição mais, desta vez do poemário A rosa é a via:


As rosas são breves


É breve a rosa,
todas as rosas são breves;
quatro letras de perfumes
que te consomem e sagram.
Apenas tenho rosa, esta palavra,
para cantar a tua brevidade


António Eduardo Lico

2 comentários: